17 de nov de 2014

HEINEKEN: a cervejaria mais verde do mundo (que notícia!)



Pra quem é #loucaporcerveja a notícia quea Heineken Brasil está em busca de um futuro sustentável é tentadora.
A companhia é movida por valores e princípios claramente definidos: respeito pelas pessoas, sociedade e planeta; divertimento para a vida; paixão pela qualidade. São os princípios da estratégia global Brewing a Better Future que definem os objetivos de sustentabilidade da empresa e orientam uma meta ambiciosa: tornar-se, até 2020, a cervejaria mais verde do mundo.
Na prática, a conquista dessa condição está sendo encaminhada com políticas, investimentos e mais de 20 programas em desenvolvimento no Brasil e nos demais países em que a HEINEKEN atua, tendo como pilares a preservação do meio ambiente, a conscientização a respeito do consumo responsável e o desenvolvimento social.

Não posso deixar de publicar o infográfico que é super esclarecedor.





www.heinekenbrasil.com.br/?A-cervejaria-mais-verde-do-mundo

10 de nov de 2014

Harley Davidson e o cliente ecofriendly


A Harley, a fabricante das motos estradeiras famosas pelo acelerador barulhento, disse em junho que está estudando vender uma moto elétrica relativamente silenciosa.

A empresa vê a energia elétrica como uma forma de reduzir as emissões e se prepara para uma época em que o combustível derivado de petróleo poderá ser mais escasso.

Esta também é uma forma de atrair consumidores mais jovens e ricos que querem uma forma limpa de se locomover em grande estilo sem gastar US$ 100.000.

As redes sociais têm sido uma fatia importante do esforço de marketing da Harley. A Project Livewire, como a moto é chamada, reuniu 340 milhões de impressões nas mídias sociais até meados de julho. Para ajudar a impulsionar isso, quem realiza o test-drive é incentivado a trabalhar suas conexões.

“Os e-mails e redes sociais deram aos fãs da Harley uma voz mais alta e mais acesso”, disse Erik Gordon, professor da Faculdade de Negócios Ross da Universidade de Michigan, em entrevista. “O ponto positivo da Harley é que eles veem isso como um ativo, não como uma ameaça”.

O alcance da bateria da moto elétrica é de cerca de 84,8 quilômetros e o motor pode ser operado em três modos: esporte, força e alcance. Não há marchas para trocar, por isso o protótipo trafega tão facilmente quanto uma mobilete, embora assustadoramente rápido.

A aceleração vai de zero a 60 milhas (97 quilômetros) por hora em menos de quatro segundos. A moto tem freios de pé e de mão e também desacelera rapidamente quando o motorista solta o acelerador.

Se a Harley realmente se tornar verde, competirá contra um punhado de empresas, incluindo a Brammo Inc., que tem sede em Talent, Oregon, e a Zero Motorcycles Inc., com sede em Scotts Valley, Califórnia.

A versão elétrica “atrairá um novo grupo de clientes”, disse Wandell. “Ela está fazendo com que pessoas que talvez normalmente não pensassem em nossos produtos agora pensem neles”.

Fonte: Revista Exame

5 de jun de 2014

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

Jean-Michel Cousteau Fiji Islands Resort (foto: divulgação)


O Dia Mundial do Meio Ambiente foi estabelecido pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 1972 marcando a abertura da Conferência de Estocolmo sobre Ambiente Humano.

Celebrado anualmente desde então no dia 5 de Junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente cataliza a atenção e ação política de povos e países para aumentar a conscientização e a preservação ambiental.

Os principais objetivos das comemorações são:
1. Mostrar o lado humano das questões ambientais;
2. Capacitar as pessoas a se tornarem agentes ativos do desenvolvimento sustentável;
3. Promover a compreensão de que é fundamental que comunidades e indivíduos mudem atitudes em relação ao uso dos recursos e das questões ambientais;
4. Advogar parcerias para garantir que todas as nações e povos desfrutem um futuro mais seguro e mais próspero.



É possível, sim, viver num luxo ecológico.
Sempre, e desde sempre, defendi que a sustentabilidade precisa ser pensada de modo positivo e educacional para dar certo. Mostrar que ela pode sim, ser bela, chique, confortável, deliciosa e exuberante.
Como os resorts eleitos os melhores do mundo, como o Kenoa e o Jean-Michel Cousteau, como o vestir da Osklen e de Stella McCartney, a refeições premiadas do Mani ou o design de Philippe Starck.

"O meio ambiente, habitualmente chamado apenas de ambiente, envolve todas as coisas vivas e não vivas que ocorrem na Terra, ou nalguma região dela, que afetam os ecossistemas e a vida dos seres humanos. É o conjunto de condições, leis, influências e infraestrutura de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas."

19 de abr de 2014

DIA DO ÍNDIO - CARTA DO CHEFE SEATTLE


Hoje, dia 19 de abril comemora-se, no Brasil, o Dia do Indio.

Acho que nada traduz melhor o significado ...

CARTA DO CHEFE SEATTLE

“Como você pode comprar ou vender o céu, o calor da terra? A idéia é estranha para nós.
Se nós não somos donos da frescura do ar e do brilho da água, como você pode comprá-los?
Cada parte da Terra é sagrada para o meu povo.

Cada pinha brilhante, cada praia de areia, cada névoa nas florestas escuras, cada inseto transparente, zumbindo, é sagrado na memória e na experiência de meu povo.

A energia que flui pelas árvores traz consigo a memória e a experiência do meu povo.
A energia que flui pelas árvores traz consigo as memórias do homem vermelho.

Os mortos do homem branco se esquecem da sua pátria quando vão caminhar entre as estrelas.
Nossos mortos nunca se esquecem desta bela Terra, pois ela é a mãe do homem vermelho.
Somos parte da Terra e ela é parte de nós.
As flores perfumadas são nossas irmãs, os cervos, o cavalo, a grande águia, estes são nossos irmãos.
Os picos rochosos, as seivas nas campinas, o calor do corpo do pônei, e o homem, todos pertencem à mesma família.

Assim, quando o Grande Chefe em Washington manda dizer que quer comprar nossa terra, ele pede muito de nós.
O Grande Chefe manda dizer que reservará para nós um lugar onde poderemos viver confortavelmente.
Ele será nosso pai e nós seremos seus filhos.
Então vamos considerar sua oferta de comprar a terra.
Mas não vai ser fácil.
Pois esta terra é sagrada para nós.

A água brilhante que se move nos riachos e rios não é simplesmente água, mas o sangue de nossos ancestrais.
Se vendermos a terra para vocês, vocês devem se lembrar de que ela é o sangue sagrado de nossos ancestrais.
Se nós vendermos a terra para vocês, vocês devem se lembrar de que ela é sagrada, e vocês devem ensinar a seus filhos que ela é sagrada e que cada reflexo do além na água clara dos lagos fala de coisas da vida de meu povo.
O murmúrio da água é a voz do pai de meu pai.
Onde está o arvoredo? Desapareceu.
Onde está a águia? Desapareceu.
É o final da vida e o início da sobrevivência."
Os rios nossos irmãos saciam nossa sede.
Os rios levam nossas canoas e alimentam nossas crianças.
Se vendermos nossa terra para vocês, vocês devem lembrar-se de ensinar a seus filhos que os rios são irmãos nossos, e de vocês, e consequentemente vocês devem ter para com os rios o mesmo
carinho que têm para com seus irmãos.
Nós sabemos que o homem branco não entende nossas maneiras.
Para ele um pedaço de terra é igual ao outro, pois ele é um estranho que chega à noite e tira da terra tudo o que precisa.
A Terra não é seu irmão, mas seu inimigo e quando ele o vence, segue em frente.
Ele deixa para trás os túmulos de seus pais, e não se importa.
Ele seqüestra a Terra de seus filhos, e não se importa.

O túmulo de seu pai, e o direito de primogenitura de seus filhos são esquecidos.
Ele ameaça sua mãe, a Terra, e seu irmão, do mesmo modo, como coisas que comprou, roubou, vendeu como carneiros ou contas brilhantes.
Seu apetite devorará a Terra e deixará atrás de si apenas um deserto.
Não sei.
Nossas maneiras são diferentes das suas.
A visão de suas cidades aflige os olhos do homem vermelho.
Mas talvez seja porque o homem vermelho é selvagem e não entende.

Não existe lugar tranqüilo nas cidades do homem branco.
Não há onde se possa escutar o abrir das folhas na primavera, ou o ruído das asas de um inseto.
Mas talvez seja porque eu sou um selvagem e não entendo.
A confusão parece servir apenas para insultar os ouvidos.
E o que é a vida se um homem não pode ouvir o choro solitário de um curiango ou as conversas dos sapos, à noite, em volta de uma lagoa.
Sou um homem vermelho e não entendo.

O índio prefere o som macio do vento lançando-se sobre a face do lago, e o cheiro do próprio vento, purificado por uma chuva de meio-dia, ou perfumado pelos pinheiros.

O ar é precioso para o homem vermelho, pois todas as coisas compartilham o mesmo hálito – a fera, a árvore, o homem, todos compartilham o mesmo hálito.
O homem branco parece não perceber o ar que respira.
Como um moribundo há dias esperando a morte, ele é insensível ao mau cheiro.

Mas se vendermos nossa terra, vocês devem se lembrar de que o ar é precioso para nós, que o ar compartilha seus espíritos com toda a vida que ele sustenta.

Mas se vendermos nossa terra, vocês devem mantê-la separada e sagrada, como um lugar onde mesmo o homem branco pode ir para sentir o vento que é adoçado pelas flores da campina.

Assim, vamos considerar sua oferta de comprar nossa terra.
Se resolvermos aceitar, eu imporei uma condição – o homem branco deve tratar os animais desta terra como se fossem seus irmãos.

Sou um selvagem e não entendo de outra forma.
Vi mil búfalos apodrecendo na pradaria, abandonados pelo homem branco que os matou da janela de um trem que passava.

Sou um selvagem e não entendo como o cavalo de ferro que fuma pode se tornar mais importante que o búfalo, que nós só matamos para ficarmos vivos.

O que é o homem sem os animais?
Se todos os animais acabassem, o homem morreria de uma grande solidão do espírito.
Pois tudo o que acontece aos animais, logo acontece ao homem.
Todas as coisas estão ligadas.

Vocês devem ensinar a seus filhos que o chão sob seus pés é as cinzas de nossos avós.
Para que eles respeitem a terra, digam a seus filhos que a Terra é rica com as vidas de nossos parentes.
Ensinem as seus filhos o que ensinamos aos nossos, que a Terra é nossa mãe.
Tudo o que acontece à Terra, acontece aos filhos da Terra.
Se os homens cospem no chão, eles cospem em si mesmos.

Isto nós sabemos – a Terra não pertence ao homem – o homem pertence à Terra.
Isto nós sabemos.
Todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família.
Todas as coisas estão ligadas.

Tudo o que acontece à Terra – acontece aos filhos da Terra.
O homem não teceu a teia da vida – ele é meramente um fio dela.
O que quer que ele faça à teia, ele faz a si mesmo.

Mesmo o homem branco, cujo Deus anda e fala com ele como de amigo para amigo, não pode ficar isento do destino comum.

Podemos ser irmãos, afinal de contas.
Veremos.
De uma coisa nós sabemos, que o homem branco pode um dia descobrir – nosso Deus é o mesmo Deus.
Vocês podem pensar agora que vocês O possuem como desejam possuir nossa terra, mas vocês não podem fazê-lo.
Ele é Deus do homem, e Sua compaixão é igual tanto para com o homem vermelho quanto para com o branco.
A Terra é preciosa para Ele, e danificar a Terra é acumular desprezo por seu criador.
Os brancos também passarão, talvez antes de todas as outras tribos.

Mas em seu desaparecimento vocês brilharão com intensidade, queimados pela força do Deus que os trouxe a esta terra e para algum propósito especial lhes deu domínio sobre esta terra
e sobre o homem vermelho.
Esse destino é um mistério para nós, pois não entendemos quando os búfalos são mortos, os cavalos selvagens são domados, os recantos secretos da floresta carregados pelo cheiro de muitos homens, e a vista das montanhas maduras manchadas por fios que falam.

24 de fev de 2014

Dudalina recebe prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável

No dia 12 de fevereiro, a catarinense Dudalina foi contemplada com o 7° Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, por meio do “Projeto Geração de Renda” - coordenado pelo Instituto Adelina – mantido pela Dudalina, na modalidade empresa de médio e grande porte.

O Projeto Geração de Renda atua no desenvolvimento comunitário e na redução do impacto ambiental do processo da marca. Seu objetivo é incentivar a formação de grupos de geração de renda, por meio da doação de matéria prima, máquinas de costura, e também da capacitação dos integrantes para técnica de costura patchwork. Este ciclo sustentável se completa com a compra, pela Dudalina, dos produtos produzido por elas, que mais tarde serão distribuídas na rede de varejo da marca.

Desde 2005, já foram treinadas mais de 900 pessoas e cerca de 37.210 quilos de tecido deixaram de ir para o lixo. Ao todo, mais de 500 entidades já foram beneficiadas com o projeto. Além disso, o projeto é um dos quatro cases brasileiros que fazem parte da publicação “Os princípios de Investimento Social do Centro Regional para a América Latina e o Caribe” do Pacto Global da ONU.

www.dudalina.com.br

ECO CASA BRANCA traz em cada detalhe a essência de sustentabilidade



O novo residencial tem investimento de 20 milhões e conta 74% de área verde preservada. No dia 15 de fevereiro será inaugurado o estande de vendas.
 


O novo empreendimento da MIP Edificações e Gran Viver Urbanismo, Eco Casa Branca, localizado em Casa Branca, no distrito de Brumadinho, carrega a sustentabilidade como principal conceito em seu desenvolvimento. Com investimento de mais de R$ 20 milhões, e previsão de entrega das obras de infraestrutura para junho de 2014, o Eco Casa Branca possui área total de 1.929.729 m2 e 1.424.428 m2 de área verde preservada, o equivalente a 20 campos de futebol do tamanho do Mineirão e 74% da área do empreendimento. O primeiro estande de vendas sustentável da região está aberto aos clientes de segunda a segunda, nos horário de 08h às 17h. Assim como o empreendimento, o estande possui todas as características sustentáveis em sua estrutura e paisagismo. Localizado na entrada de Casa Branca, o estande vai proporcionar ao futuro morador a experiência de viver um dia em um ambiente cercado pelo verde e ecologicamente correto

Em harmonia com toda a natureza abundante de Casa Branca, vários conceitos de sustentabilidade estão sendo utilizados em cada detalhe do empreendimento através da parceria com a EcoConstruct Brazil, empresa especializada em construções sustentáveis. Toda a obra será executada com madeira de reflorestamento, na parte estrutural e inclusive nos acabamentos. Também será feito a utilização de tintas minerais ecológicas, captação da água da chuva para o aproveitamento na irrigação, iluminação natural que proporciona a economia de energia elétrica e a geração de energia renovável com a utilização de aquecedores solares.

Pensando em sensibilizar os futuros moradores e incentivá-los a abraçar a sustentabilidade, foi desenvolvida uma cartilha de construção sustentável, com instruções de construções apropriadas ao perfil do empreendimento e ao município Casa Branca. A cartilha fornecerá informações sobre o antes (planejamento: fase de projeto), o durante ( a fase de obra) e o depois (a utilização e a manutenção), todas as etapas sobre a perspectiva da sustentabilidade. Entre os temas abordados na cartilha estão os conceito de sustentabilidade, os benefícios de fazer uma casa sustentável, dicas para minimizar os danos ambientais durante o processo de construção e o planejamento para evitar o desperdício.

Desenvolvido de forma equilibrada nos pilares da sustentabilidade, ambientalmente correto, socialmente justo e economicamente viável, o Eco Casa Branca se estabelece com um forte conteúdo de educação ambiental e de mudança de posturas e valores diante da sensibilidade do planeta.



12 de jul de 2013

Ásia constrói cidades inteligentes 'do zero'.




 Songdo é cidade planejada, do zero, como uma smart city

Praticamente tudo está conectado à internet. Até mesmo garrafas de refrigerante terão sensores wi-fi e computarão desconto nos impostos de moradores que jogarem o produto no cesto de reciclagem correto.

Para atingir a meta de ser uma cidade sem trânsito, as ruas possuem sensores no asfalto que analisam o tempo de deslocamento de veículos em engarrafamentos. Sensores também estão presentes em postes de iluminação pública para diminuir a intensidade das luzes quando não há ninguém passando.





Abu Dhabi constrói a cidade de Masdar para ser exclusiva para pedestres.


Já Masdar é erguida no deserto árabe, no emirado de Abu Dhabi. Em parceria com o MIT, o instituto de ciência e tecnologia local desenvolveu painéis de energia solar que ficam no topo dos prédios e serão usados para armazenar e gerar toda a eletricidade necessária para a cidade.

Além disso, carros e ônibus elétricos circularão no subsolo, já que o município foi projetado para ser exclusivo para pedestres. O governo de Abu Dhabi investiu US$ 22 bilhões, e Masdar deverá ser concluída em 2025. 

Fonte: Folha de São Paulo.

3 de jul de 2013

Huilo-Huilo, a reserva biológica do sul do mundo.











Localizada nas selvas da Patagônia do Chile, a três horas de carro da cidade de Temuco, a Reserva Biológica de Huilo Huilo ocupa uma área de 100 mil hectares e abriga uma das poucas áreas de florestas de clima temperado que restam no mundo. No local, existem 95 espécies de aves, 12 mamíferos, 328 espécies de flores, vulcões nevados, lagos, rios e cachoeiras com quase 40 metros de altura. O destino se encontra cercado por uma zona de intensa exploração madeireira e um de seus objetivos, como reserva biológica, é preservar um dos mais importantes ecossistemas da América do Sul.

Dentro de Huilo Huilo foram erguidos, na ultima década, quatro hotéis de arquitetura exótica e infraestrutura excelente, que oferece passeios guiados pela região, restaurantes de alta gastronomia, uma fábrica de cerveja artesanal, um museu com achados arqueológicos e muito conforto para o turista. Todos os edifícios são feitos com madeira de reflorestamento e foram projetados para se integrar à natureza que os rodeia da maneira mais harmoniosa possível.

Com altitudes que variam de 500 a 2000 metros sobre o nível do mar, a Reserva Biológica tem atividades para todo o tipo de terreno: no inverno, é possível subir ao vulcão Mocho-Choshuenco e praticar snowboard, tubbing e escaladas, além de pilotar motos de neve. E em estações mais cálidas, o visitante pode praticar rafting e nadar nos lindos lagos da região.
Em dezembro do ano passado, Huilo Huilo foi eleito como o melhor destino do mundo na categoria "Conservação da Vida Silvestre e Habitat", pelo prêmio "Virgin Holidays Responsible Tourism Awards 2012".

Tour Pampa Pilmaiquén

Em um veículo, os visitantes percorrem durante duas horas o setor do Pampa de Pilmaiquén. Este tour permite descobrir a beleza da Lagoa dos Patos, um dos destinos mais paradisíacos da região de Huilo Huilo. “Butardas” (gansos silvestres) e patos fazem desse lugar um passeio extremamente atrativo. O Pampa de Pilmaiquén rodeia o que alguma vez foi um pequeno lago e, lá, é possível ter impressionantes vistas do Vulcão Mocho Choshuenco. É um setor único na reserva já que apresenta um tipo de vegetação particular conhecida como “ñirre” (árvore típica da região), que graças à composição vulcânica do solo se apresenta de forma anormal, com um tamanho de não mais de 3 m de altura. Além disso, neste setor, se encontra um ecossistema único e frágil, o dos pântanos. A Lagoa dos Patos é o lugar propício para alimentação e reprodução de diferentes aves aquáticas que chegam ao setor durante a primavera. Finalmente se chega ao setor do fecho dos guanacos (animal parecido a Llama), projeto de reintrodução desta espécie na região e desfrutaremos de um aperitivo com uma maravilhosa vista do vulcão.

Nothofagus Hotel & Spa
Localizado no meio do bosque de Huilo Huilo, ao lado de um curso de água, está o hotel Nothofagus, uma estrutura que se vai elevando entre as copas das árvores e oferece vista para as montanhas, vulcões e a selva patagônica. Conta com 55 quartos, distribuídos em 7 andares. O hotel tem também 2 refeitórios, sala de estar, um excelente serviço gastronômico. No spa, o hóspede pode nadar em piscinas térmicas e receber dezenas de tratamentos que vão de massagem a talassoterapia.

Arco e Flecha
O arco e flecha é um esporte olímpico extremamente tradicional. Em HuiloHuilo, esta atividade tem um enfoque de treinamento e de atividade esportiva, localizado sobre plataformas de madeira de 30x40 m² na qual existem árvores como obstáculos a distâncias de 20 m entre o alvo e o arqueiro.
Paintball
Circuito de competência com obstáculos onde dois grupos disputam as bandeiras da equipe contrária tendo a particularidade que o meio de defesa são pistolas com balas de tinta que atrasam as manobras dos oponentes. A inscrição é realizada antecipadamente no centro de excursões com um mínimo de 4 pessoas (2 pessoas por lado) e máximo 8 pessoas. Atividade para maiores de 12 anos. Cada participante tem o direito de disparar até 100 tiros.

Cachoeiras Huilo-Huilo e Puma
O caminho que leva à cachoeira Huilo Huilo é um trekking onde é possível visitar diferentes mirantes de salto de água e apreciar toda a beleza das espécies de flora da região. O passeio segue o curso do Rio Fuy, que é proveniente do Lago Pirehueico e desemboca no Lago Panguipulli. A cachoeira Huilo Huilo, por sua vez, é uma formosa queda d' água com aproximadamente 40 m de altura. Continuando a trilha, chega-se à cachoeira Puma, com aproximadamente 30 m de altura, que nos oferece uma maravilhosa vista do rio e exuberante vegetação. É uma atividade para toda a família já que não é necessário realizá-lo completamente; vocês decidem que mirador querem chegar.



www.huilohuilo.com